Novembro Azul é tema de palestra promovida pelo IMB, SINEEPRES e Sindeprestem-PR
Data: 20-11-2019 | Publicado por: UGT - Paraná

Novembro Azul é tema de palestra promovida pelo IMB, SINEEPRES e Sindeprestem-PR

imbnov-001.jpgPreconceitos, dúvidas, tabu, educação familiar, medo e o machismo impedem muitos homens de se submeterem ao exame retal para diagnosticar as condições da próstata e  a existência, ou não, de câncer. No Brasil, esse descaso com a saúde do homem faz com que sete à cada 10 homens desenvolvam o câncer de próstata, segundo dados do Ministério da Saúde.

Essas e outras importantes informações foram dadas pela enfermeira Cláudia Diniz , em sua palestra “Novembro Azul, Campanha permanente de prevenção ao câncer de próstata e à saúde do homem”, dia 18 de novembro, no auditório do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), em Curitiba (PR), e dirigida aos funcionários e funcionárias do órgão. A palestra foi promovida pelo IMB-Instituto Mais Brasil, SINEEPRES (sindicato que agrega os trabalhadores terceirizados), Sindeprestem/PR (sindicato patronal das empresas terceirizadoras de mão de obra), com o apoio do Instituto Saúde do Trabalhador, do Siemaco-Curitiba (sindicato dos trabalhadores em asseio e conservação de Curitiba) e da Feaconspar (federação que agrega os Siemacos do Paraná).

O presidente do IMB, Carlos Sato, parabenizou a associada do SINEEPRES, Juliana Ferreira , que já havia intermediado a palestra Outubro Rosa, voltada às mulheres. “O IMB e o SINEEPRES contam com iniciativas como essas para levarmos essas palestras com temas tão relevantes à saúde das mulheres e dos homens que integram as categorias atendidas pelo sindicato”, disse Sato. Ele destacou ainda a competência multidisciplinar do Instituto Saúde do Trabalhador,  integrante do Siemaco-Curitiba. “ O presidente do sindicato e da Feaconspar, Manasses Oliveira, há muito tempo vem investindo nesse instituto para atender os milhares de trabalhadores filiados à entidade. E importante destacar que essa expertise de atendimento à saúde é disponibilizada ao IMB e ao SINEEPRES de forma agregadora, visando sempre o bem-estar desses tantos trabalhadores e trabalhadoras”,  destacou Carlos Sato.

A enfermeira Cláudia Diniz atua há 11 anos na profissão e conhece, na prática, os malefícios causados pelo câncer de próstata. “ Acompanhei muitos casos onde a doença já estava num estágio bem avançado, e em alguns casos, levando ao óbito do paciente”. E isso poderia ser evitado, pois o exame de rotina, o toque retal, alinhado a outros exames clínicos, como o de sangue, podem apontar anomalias na próstata e com as modernidades da medicina, o tratamento passa a ser pontual, alcançando altos índices de eficiência”, apontou Cláudia. A enfermeira destacou ainda os principais pontos que distanciam os homens dos consultórios, como o preconceito e até mesmo a educação familiar. “Na condição de mães e pais, temos de educar nossos filhos para os cuidados com a saúde, em ambientes onde  impera o machismo, o exame do toque retal ainda é visto com um grande tabu e precisamos romper essas barreiras”,  disse Cláudia.

Dentre os homens presentes à palestra, um ar de timidez revelou o quanto o tema ainda é pouco discutido, muitas vezes de forma jocosa. “Mas não podemos brincar, nem fazer piadas com nossa saúde”, disse o fiscal de cadastro Nilso Santi, de 65 anos.  Santi  elogiou a enfermeira Cláudia pelo conhecimento transmitido em sua palestra, e lembrou que há mais de 10 anos vem fazendo anualmente os exames preventivos ao câncer de próstata, “não há o que pague nossa saúde e nosso bem-estar”,  salientou Santi.

A diretora tesoureira da Asincra (Associação dos Servidores do Incra), Irene Neves agradeceu o IMB  e o SINEEPRES por levarem ao Incra essas duas palestras (Outubro Rosa e Novembro Azul), “os trabalhadores e trabalhadoras têm muito a agradecer ao Instituto Mais Brasil e ao sindicato, por trazerem esclarecimentos e pontos de vista tão importantes na prevenção do câncer de mama e de próstata. Estão de parabéns todos os envolvidos na organização dessas palestras”, disse Irene.

imbnov-003.jpg
A palestrante, enfermeira Cláudia Diniz

imbnov-002.jpg
Cláudia Diniz (E), Nilso Santi e Juliana Ferreira

imbnov-004.jpg
Homens e mulheres, lotaram o auditório do Incra, em Curitiba

 

Post Mario de Gomes
Fotos: MGSCOM

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
João Riedlinger