Eletricitários param dia 10 de novembro
Data: 09-11-2017 | Publicado por: UGT - Paraná

Eletricitários param dia 10 de novembro

donizete-01.jpgTrabalhadores urbanitários da Eletrosul (empresa encarregada da distribuição de energia para a região Sul do Brasil)  confirmaram a paralisação geral da categoria nessa sexta-feira, 10/11.

Segundo o presidente do Sindenel-Sindicato dos Eletricitários de Curitiba (entidade filiada à UGT), Alexandre Donizete Martins (foto), os trabalhadores do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul cruzarão os braços nesse dia de protestos contra a reforma trabalhista, a proposta de reforma da Previdência e contra a venda da Eletrobras. “É inadmissível que o povo brasileiro assista a esse verdadeiro desmonte do patrimônio nacional sem se pronunciar e protestar”, diz Donizete. Ele lembra que o governo Temer programou a privatização da Eletrobras para ser concluída até 2018. “Antes disso o governo vai vender lotes de empresas distribuidoras de energia integrantes do sistema Eletrobras, desmontando aos poucos a estatal”.

O presidente do Sindenel alerta ainda que, ao contrário do anunciado pelo governo, os preços de energia vão aumentar em todo País. “Já vimos isso acontecer com a telefonia, que hoje é uma das mais caras do mundo, com as estradas pedagiadas, com os aeroportos, com a saúde. Quem compra quer lucro, e infelizmente quem vai pagar por essa ganância é o povo brasileiro”, sentencia Donizete.

“Há tempos denunciamos a precariedade da malha de distribuição de energia e a necessidade de modernização da rede. Agora o governo Temer, ao invés de investir na manutenção de nossa soberania, quer vender um patrimônio construído com o suor de milhões de brasileiros. Os urbanitários que integram a UGT estão preparados para enfrentar mais esse ataque desferido por esse desgoverno contra a classe trabalhadora”, diz Donizete.

Post Mario de Gomes
Em 9/11/2017
Foto: arquivo UGT

Secretário de Comunicação UGT-PARANA
João Riedlinger